Menu

Title

Subtitle

Google+ Muda Visual, Limpa 'comentários Ruins' E Volta Com Eventos


Como Fazer Um Blog


As férias são sinônimo de dormir sem ter hora pra acordar. De dias de brincadeiras livres. Todavia será que atravessar uma semana inteira em uma oficina maker, um espaço de aprendizagem criativa lotado de chaves de fenda, impressoras em 3D, cortadoras a laser, motorzinhos, madeira, cola, tecidos e cacarecos em geral podes ser considerado diversão?


Blog: Como funciona o espaço? Fábio: A gente garante um local onde eles vão aprender a se relacionar com eles mesmos, com os outros e com o universo. Sempre a começar por um projeto que irão construir. Nessas férias nós temos atividades semanais, onde as crianças podem escolher participar de turmas pela porção da manhã ou da tarde. Juntas, elas vão fazer em grupo um projeto do começo ao encerramento. Pode ser uma ideia que eles mesmos propõem e que eles aprendem a realizar e, no desfecho da semana, apresentam pra turma. Web site: Que tipos de coisas eles conseguem fazer?


Eles optam entre as opções propostas? Fábio: A gente sugere alguns projetos às meninas, dependendo da idade e da maturidade que elas têm. No entanto não é 100% fechado, visto que se o aluno chega lá e ele não quer fazer aquilo que a gente propõe, quer fazer uma outra coisa, ele vai e faz essa outra coisa. Todavia normalmente no momento em que eles realizam a matrícula a gente de imediato informa as atividades mais indicadas para cada faixa etária. Toda semana oferecemos um tipo distinto de atividade. Website: Quais os conhecimentos que as gurias usam para participar dessas atividades? Elas têm que aprender de robótica?


Uma garota que nunca viu estes conceitos na escola consegue acompanhar? Fábio: Consegue, claro. A gente idealiza tudo de uma maneira que as crianças consigam fazer. Nosso intuito é que tenha significado e que elas consigam visualizar, a gente costuma adequar as propostas para as pessoas que está participando. Se é uma moça que imediatamente tem discernimento maior, imediatamente mexeu com programação, imediatamente viu alguma coisa de robótica, a gente oferece um desafio para o nível em que ela está.


Se é alguém que nunca teve contato, a gente oferece um desafio para quem está iniciando. Não necessita de nada, a criancinha poderá vir por aqui sem saber nada. Blog: E quem são estas pessoas que ensinam todos estes conceitos às criancinhas? Fábio: A gente trabalha com um grupo de pessoas que chamamos de “mediadores”, visto que estão nessa posição de mediar o aprendizado. Não irão aconselhar, comentando como é que faz, mas sim deixar com que aprendam.

  • 8/nov/2016 — O utilizador Alexg perde o estatuto de administrador por absenteísmo
  • Na duração do treinamento
  • 75 Inserindo categorias pela construção de Userboxes 75.1 Resposta do Lechatjaune
  • Saber digitar bem
  • De quanto em quanto tempo publicar no website
  • cinco Elio Parodi
  • Escolha um cenário do teu interesse

São adolescentes na faixa dos 20, trinta anos, que tem formações inúmeras: não são apenas pessoas técnicas, criadas em engenharia, física e matemática. Existem mediadores formados em psicologia, direito, ciências sociais, que são capacitadas dentro da nossa pedagogia pra poder acudir os alunos a aprenderem. Site: E como é essa pedagogia de vocês? Fábio: O que nos inspira é uma filosofia chamada “aprendizagem criativa”.


É um modelo fundamentado em 4 pilares: aprendizado a começar por projetos que façam significado para a garota, que inspirem paixão e que sejam executados em pares, em grupos de colaboração. Um desses pilares é o brincar. A criancinha é muito curiosa, é muito resiliente e essas características a gente quer preservar no recurso de aprendizagem, geralmente isso vai morrendo conforme a gente vai crescendo.


No MundoMaker nós temos muitas diretrizes: o respeito e a segurança. Se você respeitar o outro e se sentir seguro manejando todas as ferramentas que oferecemos, poderá fazer de tudo lá dentro. Site: No que este aprendizado é distinto do da universidade? Fábio: Achamos na ideia de que a coisa precisa fazer sentido para que você aprenda com ela, já que senão você esquece, você vai lá, faz o serviço, entrega a prova e não memoriza o que compreendeu. A universidade que é um ambiente mais conservador, contudo está iniciando a se abrir a essa ideia. Não somos seres compartimentalizados, todos os aprendizados se misturam, entretanto na faculdade que eu estudei quando criancinha era tudo separado, você aprende matemática, depois física. Blog: Muitas garotas normalmente passam o ano tão sobrecarregadas, executam diversas atividades extracurriculares. Por que você encontra sensacional que elas passem porção das férias em um espaço de aprendizagem como este?

Go Back

Comment

Blog Search

Blog Archive

Comments

There are currently no blog comments.